Jaime Isidoro: Divulgador, Colecionador, Artista

  24 jul. 2024 | 15:30 - 24 jul. 2024 | 21:30
  Cine-Teatro Eduardo Brazão


Cinema

 

Jaime Isidoro nasceu a 21 de março de 1924, na cidade do Porto, no seio de uma família simples, tendo crescido no contexto de um Portugal triste e sem Liberdade. Não obstante, Jaime Isidoro, que despertou ainda criança para a prática artística, fez da sua vida uma aventura extraordinária, devendo-lhe o país, provavelmente, a criação do seu sistema da arte. Em 1954, depois de uma curta, mas reconhecida carreira como pintor e designer, cria a Galeria Alvarez, no Porto, a mais antiga do país ainda em funcionamento. Seguem-se iniciativas na Casa da Carruagem (Valadares, Vila Nova de Gaia), a Revista de Artes Plásticas, os Encontros Internacionais de Arte, as Bienais Internacionais de Arte ou o Café des Arts, a que se soma o apoio à divulgação de artistas do modernismo português sendo sua a organização, por exemplo, da primeira exposição póstuma de Amadeo de Souza-Cardoso. Apostou e promoveu um número considerável de artistas que hoje se inscrevem na História da Arte Contemporânea portuguesa, patrocinando a internacionalização de alguns deles e sendo ímpar o seu papel de impulsionador da performance em Portugal, bem como a importância da Galeria Alvarez no que se define como "Escola do Porto”. 

Jaime Isidoro dedicou 40 anos à divulgação das artes plásticas e visuais, contribuiu para o desenvolvimento do colecionismo de arte em Portugal e legou-nos uma coleção com milhares de obras de arte, representativa da arte moderna e contemporânea nacional e internacional. Nunca deixou de pintar, de ser, também, artista. Este documentário tem como objetivo reinscrever, de forma justa, a sua importância para História da Arte Portuguesa, a partir da segunda metade do século XX, reposicionando, ao mesmo tempo, o Porto e o Norte do país como motores da introdução das vanguardas e baluartes da Liberdade. Faleceu a 21 de janeiro de 2009, no mesmo Porto que o viu nascer, mas o seu legado torna-o eterno.
O documentário conta com testemunhos de Albuquerque Mendes, Alfredo Barreto, António Quadros Ferreira, Armando Alves, Augusto Canedo, Bernardo Pinto de Almeida, José Manuel Carpinteira, Daniel Isidoro, Helena Mendes Pereira, Henrique Silva, Júlio Gago, Laura Castro, Mário Cláudio, Silvestre Pestana, Álvaro Siza Vieira e Zulmiro de Carvalho.

 

Promoção: Fundação Bienal de Arte de Cerveira
Realização: Helena Mendes Pereira e Luar Imagem
Produção: Luar Imagem
Portugal
Documentário
2024
80 min.
M/12 anos

Mais informações através do Tlf. 223 771 820 ou e-mail [email protected].

Partilhar